Autor: Ricardo Riamonde

Grandes Mestres – Frank Frazetta

Nesta seção do blog, minha a intenção é simples: trazer e apresentar aos leitores grandes artistas , do passado ou do presente. Apesar do termo ‘Grandes Mestres’ estar vinculado aos Mestres como Caravaggio, Da Vinci, Rafael, Bernini, entre muitos outros, aqui tomo a liberdade de colocar artistas em geral que influenciaram ou influenciam gerações de artistas, e até mesmo artistas que se tornam referência em sua área de atuação, principalmente dentro do entretenimento. Inaugurando esta seção, não poderia deixar de ser ele (que em muitas aulas minhas foi motivo de estudo), o grande Mestre Frank Frazetta. Vamos ver um...

Read More

Estudos Rápidos de Pintura – Prática Direcionada

Este artigo foi baseado nas indicações do livro ‘60 Minutes to Better Painting’ (60 Minutos para Pintar Melhor) de Craig Nelson e na minha própria experiência prática. Estudos rápidos auxiliam nossa pintura? Embarque nesta rápida aventura! “A persistência é o caminho do êxito” – Charles Chaplin O ato de pintar é pura satisfação quando vai pelo caminho certo ou uma grande frustração quando não vai. É impossível ser um gênio todas as vezes que pegamos no pincel (ou na caneta digital). Quando todos os planetas estão alinhados, parece que o pincel desliza pela tela (ou monitor) colocando camadas e...

Read More

Experimentando Dois Valores com James Gurney

Não, são dois sabores, nem dois amores. Estamos falando de dois valores. Já experimentou? Acompanhe este artigo baseado num texto bem legal do James Gurney no já clássico livro ‘Imaginatve Realism’    “Você pode adicionar tanto impacto quanto fotorrealismo aumentando o contraste entre os valores mais claros e os valores mais escuros. Os valores tonais são graus de luminosidade entre o branco e o preto e estão presentes em qualquer pintura, mesmo as coloridas. Os exercícios destas páginas foram projetados para encorajar você a traduzir a complexidade de um tema em dois valores extremos, branco e preto.” James Gurney...

Read More

Lá e de Volta Outra Vez – Começando a Jornada

“Lá e de volta outra vez” – O Hobbit E aqui estou, de volta outra vez. Sempre que começo um projeto, gosto de criar um texto de abertura. Acho que isso funciona como um marco do tipo “e lá vamos nós mais uma vez para a jornada”. E porque escolhi esse subtítulo usado no livro O Hobbit? Bom, acho que a vida segue mais ou menos uma espiral de aprendizado, assim como na arte. Você aprende desenho, aí estuda um pouco de perspectiva, um pouco de anatomia, valores, cores, composição e começa a produzir algo. Aí vê que todas...

Read More
× Precisa de ajuda?!